- Publicidade -
Quinta-feira, Janeiro 21, 2021

Ministro Matos Fernandes visita Soure

Segundo nota de imprensa enviada pelo Município de Soure, amanhã segunda-feira, dia 11 de janeiro, o Ministro do Ambiente e da Ação Climática, João Pedro Matos Fernandes, estará no concelho de Soure para uma visita que terá início pelas 11h00, com a inauguração da ETAR de Vinha da Rainha seguida da inauguração “simbólica” do Centro Ecológico de Soure (junto à Zona Industrial de Soure).

Este equipamento municipal é um dos 13 Centros Ecológicos do Concelho, integrados no projeto Recicla Soure, que contempla ainda a aquisição de uma viatura para recolha seletiva, o projeto-piloto de compostagem e ações de educação e sensibilização orçados num total de 689 989,88€.

De seguida, no Multiusos Soure, decorrerá uma sessão de apresentação dos projetos e
obras concluídas ou a lançar pelo Município de Soure, cujo valor global ascende a  5.064.692,78€.

A lista de investimentos referenciada neste comunicado é a seguinte:

  • Rede de Drenagem de Águas Residuais Domésticas Gesteira-Piquete-Lousões 268.925,01 €;
  • Rede de Drenagem de Águas Residuais Domésticas de Casa Velha, Casal Novo e Gabriéis com um valor de – 465.480,22 €;
  • Fecho da rede de drenagem de águas residuais domésticas de Alfarelos/Granja do Ulmeiro -1.014.327,48 €;
  • Rede de Esgotos Residuais Domésticos – Rua 1.º de Maio – Alfarelos  – 149.795,78 €;
  • Projeto: RECICLA SOURE – 689.989,88 €;
  • Projeto-Piloto de Compostagem em Soure – 19.749,70 €;
  • Elaboração do Cadastro das Infraestruturas Existentes nos Sistemas em Baixa
    de AA e SAR – 288.681,00 €;
  • Rede de Esgotos de Vinha da Rainha – Zonas Norte e Central – 1.085.803,19 €;
  • Conservação/Reparação da Rede Existente – Descalcificador da Figueirinha – 39.606,00 €;
  • Recolha Seletiva Porta-a-Porta na Vila de Soure – 367.688,82 €;
  • Sistema Municipal de Recolha de Biorresíduos – 669.845,70 €;
  • Fundo Ambiental – Estudo para Desenvolvimento de Sistema Municipal de Recolha de Biorresíduos – 4.800,00 €;

O Muncipio de Soure, acionista da empresa ABMG – Águas do Baixo Mondego e Gândaras, E.I.M., S.A, anuncia as seguintes empreitadas, já aprovadas para 2021 no âmbito do Programa Operacional Sustentabilidade e Eficiência no Uso de Recursos:

  • Melhoria da qualidade da água – 1.ª fase (SAA Lagoa) – 1.387.500,00€
  • Remodelação da ETAR de Montemor-o-Velho – 1.476.307,00€
  • Construção das Redes de Simões, Lourenços, Mogadouro, Marco do Sul – 1.ª fase (SAR de Almagreira) – 1.749.634,55€
  • Rede de Esgotos de Arazede (Tojeiro e Catarruchos) e Liceia (Pisão) – SAR de Liceia, Gatões e Seixo – 1.462.064,84€
  • Subsistema de Drenagem de Águas Residuais Domésticas da Freguesia de Samuel: lugares de Coles de Samuel, Marco de Samuel, Casalinho, Palhais e Cardal – 1.045.127,69€
  • Fecho de Sistemas de Saneamento – Lote 1: Zl Seixo e Cabeças Verdes – 1.315.594,78€
  • Controlo e Redução de Perdas nos Sistemas de Distribuição e Adução de Água da ABMG – 1.538.300,11€

O Presidente da Câmara de Soure, Mário Jorge Nunes, anuncia neste comunicado que solicitará à tutela, o financiamento de novos investimentos nos concelhos da área de abrangência da ABMG  sendo eles, no que respeita ao Município de Soure, os seguintes:

  • Construção da rede de drenagem Camparca, Casalinhos e Bairro da Estação – 401.063,00€
  • Construção das redes de drenagem de Espírito Santo, Casal das Brancas e Lugares Limítrofes – 761.250,00€
  • Construção das redes de drenagem de Ribeira da Mata e Cabeços – 461.683,00€
  • Construção das redes de drenagem de Serroventoso e Souselas – 581.625,00€
  • Construção das redes de Simões, Lourenços, Bonitos, Casais da Misericórdia, Mogadouro, Barrosos, Marco do Sul, Guerres e Troço do emissário de Pombal – 2.ª Fase – 1.569.375€

Redes de Saneamento de Águas Residuais de Cabeça Carvalha, Casal de Almeida, Vale Pedras, Queitide e Feixe – 1.404.938,00€

A propósito da visita de João Pedro Matos Fernandes, a SICÓ TV recebeu uma comunicação intitulada “Carta Aberta ao Ministro do Ambiente” da autoria de Fernando Pereira, um dos elementos do “Grupo de Cidadãos pela Saída da ABMG”, intervenientes na Assembleia Municipal de Soure do passado dia 28 de Dezembro (e que pode acompanhar assistindo à gravação da SICÓ TV utilizando a seguinte ligação(shorturl.at/iDJOR).

Neste documento também publicado nas redes sociais deste movimento, pode ler-se que “a ABMG, serve unicamente para contratar prestadores de serviços, cobrar aos consumidores e ao que parece para reservar lugares, para políticos que vão deixar de o ser e não têm um emprego cá fora”.

Nesta “carta aberta” ao Ministro do Ambiente e da Ação Climática, Fernando Pereira volta a acusar a ABMG de “práticas vergonhosas”, referindo-se à contratação de pessoal para a empresa sem concurso e a uma “completa violação dos estatutos e da lei”.

Pode ler o documento na sua integra nas redes sociais deste movimento no seguinte endereço shorturl.at/hpxDL

Este grupo de cidadãos tem constituída uma petição “online” intitulada “Saída imediata da ABMG dos Municípios de Mira, Montemor-o-Velho e Soure”, dirigida aos Presidentes de Câmara e das Assembleias Municipais deste três Municípios e que conta com 1903 assinaturas.

Latest Posts

- Publicidade -

Últimas notícias