Quinta-feira, Agosto 6, 2020

Em Soure, o PSD abstém-se de votar as contas da autarquia

Realizou-se no passado dia 22 deste mês, a 12.ª reunião ordinária do Município de Soure, cuja minuta de ata pode ser consultada na página oficial da autarquia. Com a exceção dos pontos 26 e 29, os assuntos a votação mereceram a unanimidade dos vereadores, sendo que a vereadora eleita pela CDU, não compareceu a esta reunião.

O ponto 26 da ordem de trabalho, refere a discussão a aprovação dos documentos de contas relativos ao ano de 2019, documento aprovado com a abstenção do vereador do PSD, Agostinho Gonçalves, e que fundamentou a sua decisão com “um crescente aumento da despesa com pessoal que atinge 4,8 milhões de euros, e que tem vindo sempre a crescer, sem parar, desde 2016 e a atingir níveis de pré-bancarrota de 2009; o facto de se ter passado de 2 dirigentes superiores em 2017 para 10 em 2019 também não ajuda ao controlo de despesas com pessoal, além das injustiças que muitas vezes encobre; a execução da receita ficou quase 2,8 milhões de euros abaixo do orçamento; os impostos indiretos apresentam-se praticamente inalterados em relação a 2018, na casa dos 19,9 mil euros; as Transferências de Capital tiveram um rombo gigante de quase 1,2 Milhões de euros (de 2,85 Milhões de euros em 2018, para 1,73 Milhões de euros em 2019) e que ainda seria maior se não tivéssemos tido uma esmola de pobres de cerca de 200 mil euros do Fundo Social Municipal pelo facto de, durante 3 anos consecutivos, a Capitação Media do Município de Soure (quociente entre a soma dos impostos IMI, IMT; IUC, etc., e o número de habitantes) ser inferior à média nacional; sobre a certificação legal das contas pelo revisor oficial de contas (ROC), existe uma diferença de 6480, 46 € no valor da receita corrente e entre o valor indicado no Relatório de Gestão elaborado pelos técnicos da câmara, e o Relatório de Auditoria do ROC, uma situação deve e tem de ser corrigida. O vereador do PSD nota ainda que a “opinião do ROC sobre este exercício de contas é emitida com reservas devido à inexistência de um Cadastro do Imobilizado Corpóreo e Bens do Domínio Público nos moldes estatuídos pelo CIBE – Cadastro e inventário dos bens do Estado; a existência de bens moveis no Inventário, mas valorizados a custo zero; não ser possível confirmar o Registo Predial de alguns bens imóveis, no valor de mais de 10 Milhões de euros e não existir um sistema de inventário permanente para controle das existências.”

Sobre o ponto 29 da ordem de trabalho e que se refere à minuta de adenda ao contrato de gestão delegada e renovação do período de transição para a empresa intermunicipal ABMG (Águas do Baixo Mondego e Gãndara), o vereador eleito pelo PSD, justifica a sua abstenção com a não compreensão de um segundo pedido de prorrogação de prazo para o período de transição porque “a constituição desta empresa anda a ser estudado há tantos anos, tendo sido gastos dezenas de milhares de euros com estudos e pareceres, que afinal não serviram para fazer a dita transição atempadamente.” O vereador do PSD “teme que estes períodos de transição não sejam mais que uma forma mascarada de empurrar para a frente a chegada a casa dos consumidores do concelho de Soure, da enorme conta da fatura da água e saneamento, e que indiscutivelmente irá chegar, conforme se viu em Penacova.”

 

 

SICÓ TV

Beneficiação de estrada entre Vermoil e Meirinhas

Segundo informação da Autarquia de Pombal, iniciaram-se ontem, quinta-feira, 30 de julho, os trabalhos de conclusão da beneficiação e alargamento do Caminho Municipal (CM)...

Festival Sete Sóis Sete Luas regressa a Pombal com música e arte do Mediterrâneo e mundo lusófono

O Festival Sete Sóis Sete Luas vai regressar a Pombal com música e arte do Mediterrâneo e do mundo lusófono, entre 3 de agosto...

Mais de 10 quilómetros de saneamento freguesia de Samuel

Está lançado o concurso público para a construção de 10,79 km de rede de saneamento e que vai abranger, numa primeira fase, as localidades...

Sessão pública de apresentação da proposta de área de paisagem protegida da Serra de Sicó

O território Terras de Sicó engloba os municípios de Condeixa-a-Nova, Penela e Soure, no distrito de Coimbra, Alvaiázere, Ansião e Pombal, no distrito de...

VÍDEO – Tertúlia comemorativa do 64º aniversário do Rancho Típico de Pombal

No âmbito do programa "Dias de Bodo", aconteceu ontem na Praça Marquês de Pombal, uma tertúlia comemorativa do 64º aniversário do Rancho Típico de...